segunda-feira, 15 de junho de 2009

Tertúlias Virtuais - 15 de Junho

Que lugar te faz sentir em casa?

A sensação de chegar em casa, ou melhor de me sentir em casa, sempre foi uma sensação especial.

É que nessas idas e vindas, por São Paulo, Rio e Minas Gerais, muitas vezes me deparei observando o significado desse sentimento, principalmente quando ele teve de mudar comigo para esses lugares.

O engraçado é que às vezes a gente muda, mas o lugar que a gente se sente em casa, não. Fica prá trás, como uma saudade de um tempo que passou. Outras vezes, a sensação de estar em casa vem depois, chega de mansinho e acaba ocupando a vida de um jeito que a gente nem percebe.

Sei que para alguns esse lugar deva ficar mesmo prá trás, lá longe.

Comigo, felizmente, por mais que algumas vezes ele tenha demorado a chegar, quando chegou, veio prá ficar.

Mas e como é o lugar que me faz sentir em casa?

Na prática: Não sei.

Simplesmente eu sinto que estou no lugar certo, na hora certa. Talvez seja uma espécie de consciência ou sensação de que tudo se encaixa.

Claro que há coisas que são fáceis de perceber: os cheiros, a paisagem, as ruas, os sons, creio que quando tudo parece familiar e reconfortante, é um indício que aquele é o lugar, se a isso somarmos as caras conhecidas, os amigos, a família, os amores e as pessoas que nos trazem fortes emoções, então esse lugar tem tudo prá ser "o lugar".

Ainda incluiria a segurança, o aconchego, a alegria do filhote e o carinho da esposa, o lugar de largar o sapato de espichar o corpo depois de um dia de trabalho, a cozinha, o banheiro, então juntando com as anteriores, esse deve ser o meu lugar.

Mas não é só isso, é muito mais.

O lugar que me faz sentir verdadeiramente em casa é o lugar que consigo deixar que aqueles sentimentos de tristeza e felicidade mais profundos consigam vir a tona.

Sim, acho que é esse o lugar que me faz sentir em casa.

___________________________________________________

TERTÚLIA VIRTUAL criado por Jorge Pinheiro (Expresso da Linha) e Eduardo P.L. ( Varal de Idéias), reúne nesta CENTRAL DE RELACIONAMENTO as inscrições (nome e link) dos participantes das TERTÚLIAS todos os dias 15 do mês. O tema da Tertúlia é NOVO todo mês, e aqui anunciado com muita antecedência, e no dia 14 são abertas as inscrições no Mister Linky´s , que direciona as visitas aos blogs inscritos. Esta é uma das funções e razão para participar da TERTÚLIA VIRTUAL: conhecer e se relacionar com novos blogs, novas culturas, novas visões de mundo.Fazer amigos.PARTICIPE.

40 comentários:

Luis Bento disse...

Depois de ler este texto é bem verdade o que se diz por aí...o lugar onde me sinto em casa é onde eu invento...por mais que procure...

Chica disse...

Lindo, é onde nos descobrimos e sentimos bem,não é?abraços,chica

Georgia disse...

om certeza, belo texto.

paula barros disse...

Evandro, não sei definir para mim. Quando me mudei recentemente me preocupava se iria escutar os bem-te-vis. E escuto. Como me mudei de casa para apartamento, sinto falta de ouvir a chuva batendo no chão e sentir o cheiro de terra molhada. Mas tive outros ganhos, vejo a lua nascendo, o sol nascendo, vejo o oceano (lá longe, mais lindo), vejo as nuvens de chuva se aproximando...me sinto em paz na minha nova casa.

Está lindo e emocionante o que você escreveu, dá para sentir uma sensação boa, muito boa.

felicidades!

Daniel und die Delphine disse...

A casa da gente é o melhor lugar.

Ana Paula Sampaio disse...

Evandro, prazer em conhecer! Também tenho mudado muito e me identifiquei tanto com seu post... Sim, às vezes a sensação de estar em casa vem bem de mansinho, vai substituindo a estranheza e trazendo a familiaridade! =)

Nanda Botelho disse...

Acho que a gente só se sente em casa externamente quando dentro de nós estamos "em casa".

O sentimento de lar, realmente é subjetivo. E nos desnudamos por completo.

Como diz o Cidade Negra: É o lugar em que se pode ficar nu.

Abraços!

Também estou participando!

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

Isso aí, estar em casa é estar de bem com nós mesmos.
Apesar de que nada como tirar os sapatos ao entrar em nossa casa, seja lá onde ela for.

Adriana disse...

Nossa casa é o lugar onde todos os sentidos se misturam e nos fazem lembrar e lembrar...

Muito bom!

Menina do mar disse...

Obrigada pela visita. Vim retribuir e concordo plenamente com a sua postagem :) A nossa casa será sempre a nossa casa!

Eduardo P.L disse...

Concordo com o comentario do Luis Bento!

Obrigado pelo texto e participação na Tertúlia!

Renata Nogueira disse...

Gostei do que vc escreveu, Evandro!
Beijão

jugioli disse...

Lindo!!! concordo plenamente com o seu texto, e que bom inventar esse lugar.

@dis-cursos

Adriana disse...

A primeira e grande escola:nossa casa!Adorei seu blog!Parabens!

adriana

Serena Flor disse...

Adoro o dia da Tertúlia, pois graças à ela visitamos outros blogs e lemos muitos textos bacanas assim como
o seu...adorei de verdade!
Beijos e parabéns pela bela participação!

Bonequinha de Luxo disse...

Oi,Vavá

Que lindo!Vc descreveu o sentimento de "estar em casa",dos lugares ,das pessoas...ah,realmente tirar os sapatos é o "estar em casa" que mais representa o conforto e o aconchego do nosso lar.gostei!
Beijos

Gisele Amaral disse...

Sentir-se bem é como estar em casa, com tudo arrumado, cada coisa em seu lugar: essência da felicidade.

Um cheiro.
=*

Nely disse...

Muito bonito seu texto.
Mais que o lugar que nos inventamos ou re-inventamos, "casa" é o lugar onde despimos o que temos que ser para sermos o que somos.
Beijo.

Luciana disse...

Adorei seu post, Evandro. Acho que o lugar ideal é aquele que nos deixa à vontade, que nos faz felizes, apesar dos pesares.

Uma ótima semana pra você...

Mylla Galvão disse...

Evandro,
Concordo com vc quando diz que mesmo que a gente mude a sensação "de não estar em casa", não vá com a gente, mas chegue depois...
Também sou mineira, de Viçosa... Como não gosto daqui, me mudei para o interior do Rio... Ali sim, me sewnti em casa... Mas esse ano tive que voltar... por problemas familiares... E aqui estou sentindo saudades "de casa"...rsrsrsrsrs

Dedinhos Nervosos disse...

Eu tenho 35 anos e nunca me mudei. No máximo, da casa de cima para a casa de baixo. Mas fui lendo e me vendo em casas de amigos. Em algumas, eu me sinto em casa, outras, não. E o que muda de um lugar para o outro? Não consigo explicar ao certo... mas acho que é a sensação de que pertence aquele lugar também... algo assim.
Beijos e belo texto.

K. disse...

Ei Evandro,
Tá sumido do meu blog heim?! Ainda bem que vc apareceu hoje porque depois que vim aqui te visitar foi que lembrei das tertulias...já postei o meus. Abçs, Karina

Blog do Beagle disse...

Em outras palavras, dentro de vc mesmo, esteja onde estiver? Elza

Eduardo Santos disse...

Olá amigo. A isso eu chamo o "sentir em casa" dos sentimentos, afinal é o que mais conta. Gostei da sua teoria, que na prática deve ser excelente, partilho do mesmo. Foi um prazer conhecer o seu espaço.

Wanderley Elian Lima disse...

Se sentir em casa e se sentir em paz, por isto existem lugares tão especiais que neles realmente nos sentimos em casa. Isto é um estado de espírito.
Um abraço

EXAGERADO disse...

Fala,Cara

Tá dando trato no visual,hein...legal!

Olha,no fundo nosso post tem algo em comum,quando vc escreve:"O lugar que me faz sentir verdadeiramente em casa é o lugar que consigo deixar que aqueles sentimentos de tristeza e felicidade mais profundos consigam vir a tona."
Onde se conclui que no Maracanã eu fico feliz e triste(atualmente mais triste,então..rs)

abração

Nanda Botelho disse...

Que bom, vc ser da minha turma! Será que somos do mesmo planeta distante?

Bjs!

Maldita Futebol Clube disse...

O lugar onde me sinto em casa é olugar onde me sinto amado...pela família, pelo espaço, pelos objetos que me fazem ter a sensação de bem estar! eu me sinto em casa tb ao viajar a blogosfera e ler textos agradaveis como esse, caro evandro! abs, leandro...muito n=bom!

adelaide amorim disse...

uma definição difícil e complexa, não é mesmo? Bem legal seu post.

Denise disse...

Poder SER......com verdades ,sem mascaras.......é tão bom e traz tanto aconchego não é Evandro?

Qto ao livro,compre...li faz tempo.e releio as vezes.

Vale a pena

beijos querido

Denise

MR disse...

Tive 8 casas em 6 anos, ou 6 casas em 8 anos. Esta de BH parece a minha casa quando acabo ouvindo dos meus filhos: "A casa do Papai eh muito legal!" Fora isso, nenhum lugar no mundo me faz sentir em casa. Sinto-me no meu Planeta, uma coisa diferente.

Mi. disse...

Evandro, eu imagino que seja assim mesmo o sentimeno de pais e mães em Tempo de Arraia! hehe.. mas não fui eu quem disse aquelas palavras.. são de um dos blogs que acompanho e me divirto chamado Mulhere (Im) possíveis!

Entrei no seu outro blog e vi algumas artes, são suas?
Lindas!

Até mais!

Luz disse...

Evandro,
Nasci nos Estados Unidos, vim pequena para o Brasil e já morei em 5 Estados brasileiros.
Mudanças fazem parte da minha vida!
Me sinto em casa quando posso ser eu mesma , quando sou acolhida, quando tenho intimidade com a cidade.

Cláudia Gonçalves disse...

Isso... perfeito... é o lugar onde nos sentimos bem, livres e em paz.

Bjo. Cláudia

Patty disse...

A minha casa é o lugar certo pra mim. Posso passa dias maravilhosos em férias ou na casa de alguém, mas quando chegou em casa é que realmente me sinto bem, me sinto livre e a dona do pedaço.

Um beijo

Jou Jou Balangandã disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jou Jou Balangandã disse...

Evandro, eu acumulei 8 mudanças em 18 meses certa vez ... então, casa, pra mim, é qq lugar onde eu possa colocar porta-retratos com fotos de família e amigos, além de ter uma plantinha.
Bjos

Paulo Braccini disse...

perfeito isto ... o melhor lugar é aquele em q nos sentimos em plenitude como ser ... não importa muito onde seja ...

parabéns pelo blog ... gostando muito ... seguindo e linkando

abração

;-)

Compondo o olhar ... disse...

desculpe a demora, estava impossibilitada por causa de uma cirurgia que tive que fazer. mas já estou bem e estarei retornando aos poucos...
adorei sua participação em mais esta intrigante tertulia.

bjocas

Ellaehcarioca disse...

Olá!!!Senti saudades daqui,mas estou de volta!!
É..não há lugar como o lar,não me refiro a apenas um teto e quatro paredes, mas ao lugar onde realmente, vc encontra abrigo, se sente à vontade e,acima de tudo, se sente bem, mesmo que seja uma lembrança, como vc colocou.Ainda mais pra quem tá sempre tendo que viajar. Chegar é tudo de bom, né?!
bjss

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails