sábado, 29 de outubro de 2011

Salve Guigui !



Grande Guilherme Guerreiro.


Vez ou outra a vida se encarrega de nos presentear com surpresas e coincidências que não somos capazes de imaginar.


É que essa semana tive o enorme prazer de reencontrar em BH, depois de quase 20 anos, o grande amigo e companheiro Guigui.


Estudamos juntos na, então pouco conhecida, Universidade Estácio de Sá, turma pequena, Engenharia Elétrica, muita ralação, trabalhos chatíssimos, intermináveis horas de aulas mas a ótima oportunidade de conhecer essa figura ímpar.


Surpreendente que esses anos em nada abalaram a expressão desse querido amigo: O mesmo sorriso, disponibilidade e coração imenso que o tempo não foi capaz de diminuir.


Muitas histórias ainda por contar, porquê o rápido e inesperado encontro não permitiram. 


Mas fica a certeza e a prova viva que o tempo não significa nada quando é o coração nos une a outras pessoas.


Salve Guigui !!!! 

domingo, 16 de outubro de 2011

Bacalhau nas Natas ( Creme de Leite )




Há tempos venho querendo comer um bacalhau com creme, depois de procurar um pouco na internet, resolvi arriscar, adaptei algumas coisas e ingredientes prá ficar um pouco mais calórico, rss. Funcionou. Ficou bem bom!

Ingredientes:

1 kg de bacalhau dessalgado
1 kg de batatas
1 1/2 de leite
500 ml de creme de leite fresco
4 Cebolas grandes
4 Dentes de Alho
2 colheres de sopa de farinha de trigo
3 colheres de sopa de manteiga
Batata palha: 250g
Quejo parmesão ralado para gratinar
Pimenta do reino: a gosto
Pimenta rosa: a gosto
Nós moscada: a gosto
Azeite a gosto
Azeitonas pretas para decorar

Preparo do Bacalhau:

Cozinhe as batatas corte em cubos e reserve;
Cozinhe o bacalhau por 5 a 10 minutos em  1 litro de leite ou quanto baste para cobrir o bacalhau na panela;
Retire o bacalhau do fogo, coe o leite e reserve;
Retire espinhos, peles e desfie o bacalhau em lascas;
Refogue as cebolas no azeite até dourar, acrescente, o alho, a pimenta do reino e a pimenta rosa;
Refogue lentamente as lascas de bacalhau nesse azeite e reserve.

Preparo do Molho Branco:

Numa panela grande a parte:

Derreta a manteiga em fogo baixo, acrescente a farinha e misture enquanto aquece de forma que a farinha absorva a manteiga e forme um creme, use uma colher de pau ou um batedor de claras em neve (foier). Aos poucos vá acrescentando o leite reservado. Acrescente um pouco mais de leite se necessário. Não deixe o creme ficar muito espesso.

Adicione a nós moscada e um pouco de pimenta se quiser para dar gosto.

Misture nesse creme o bacalhau refogado e deixe aquecer um pouco, ao final acrescente o creme de leite ( as natas );

A montagem do prato:

Num refratário, no fundo coloque a primeira camada de batatas cozidas, regue com um pouco de azeite;
Na segunda camada, coloque o bacalhau nas natas;
A terceira camada, espalhe uma fina camada de batata palha;
Coloque mais uma camada de bacalhau.
Polvilhe com o queijo ralado e decore com as azeitonas pretas; ( Sequiser coloque umas azeitonas entre as camadas, eu usei azeitonas fatiadas e sem caroço).

Leve ao forno para aquecer e gratinar !

Sirva com arroz de brócolis ou branco e um bom vinho Português prá acompanhar.

A porção serve uns 6 bons amigos, com direito a refil.







sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Os Seis estágios de Consciência de Kohlberg


Resumidamente, de acordo com Kohlberg, há seis níveis ou estágios de desenvolvimento moral que o ser humano pode atingir.

Lawrence Kohlberg iniciou publicamente seus trabalhos sobre julgamento moral com sua defesa de tese de doutorado em 1958, na Universidade de Chicago, tendo alguns anos mais tarde trabalhado na Universidade de Harvard. Viveu 59 anos e morreu em 1987.

Os níveis ou estágios em geral são adquiridos cumulativamente, ou seja, não se pula de um para outro mais elevado, sem amadurecer primeiro o anterior.

Nível 1 - Fazer ou deixar de fazer em razão do medo de ser castigado ou punido: Pessoas nesse estágio, obedecem por medo de serem castigadas; Isso quer dizer que pessoas nesse nível entendem que podem fazer qualquer coisa, desde que não sejam pegas no seu ato;

Nível 2 - Fazer ou deixar de fazer em razão do resultado ser bom, ou ruim de dar prazer ou satisfação apenas para si próprio. É o estágio do "olho por olho, dente por dente" do matar a quem matou. O indivíduo concorda ou discorda da ação apenas se entender que os resultados são bons para si mesmo;

Nível 3 - Fazer ou deixar de fazer em razão do grupo a que se pertence aprovar ou não uma determinada conduta. "Faça aos outros aquilo que você gostaria que lhe fizessem". Neste estágio começa a surgir a percepção de que é justo dar a quem pode menos ou a quem é mais desamparado do que si. A ação certa pode ser aquela feita em nome da amizade, ou aprovação da família.
Nível 4 - Fazer ou deixar de fazer em razão de existir uma regra, ou lei que regula a conduta ou comportamento. Há a percepção de que as leis são importantes e necessárias a manutenção de um equilíbrio social;

Nível 5 - Fazer ou deixar de fazer em razão e existir uma regra ou lei, mas essa regra tem que ser justa. Admite-se e pondera-se que nem todas as leis são corretas, nesta situação o indivíduo que se encontra nesse estágio, pode entender e buscar alterar a lei, mas o fará através dos caminhos legais;

Nível 6 - Fazer ou deixar de fazer em razão de sua própria consciência e valores universais tais como: justiça , amor, fraternidade, igualdade etc. 

Pontos interessantes para reflexão:
  1. Não se conhece nenhum ser humano que tenha chegado ao sexto nível antes de completar 21 anos.
  2. Os níveis de maturidade são pessoais e independem de posição social, cultura, religião etc - Isso quer dizer que pessoas muito ricas podem estar no primeiro nível e pessoas sem recursos podem estar no nível mais elevado
  3. Em geral, o indivíduo, consegue compreender bem, os niveis anteriores ao seu, o seu próprio nível e no máximo o nível acima do seu. Isso quer dizer que não adianta você apelar para sentimentos do tipo tenho mulher e filhos para criar para um marginal que esteja no nível 1 de compreensão;
  4. Em países emergentes como o nosso, mais de 90% da população está situada no nível 1 ou 2. Entendeu agora porquê os níveis de corrupção são tão elevados?
  5. Apenas 2 ou 3% da população já atingiram o nível 6, Em geral são martires ou líderes espirituais: Buda, Jesus, Gandhi, Madre Teresa, Chico Xavier estão nesse nível.
Então, em que nível você está?

Pense sobre isso.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Ensina-nos a orar


Senhor,
ensina-nos a orar sem esquecer o trabalho,
a dar sem olhar a quem,
a servir sem perguntar até quando,
a sofrer sem magoar seja a quem for,
a progredir sem perder a simplicidade,
a semear o bem sem pensar nos resultados,
a desculpar sem condições,
a marchar para a frente sem contar os obstáculos,
a ver sem malicia,
a escutar sem corromper os assuntos,
a falar sem ferir,
a compreender o próximo sem exigir entendimento,
a respeitar os semelhantes sem reclamar consideração,
a dar o melhor de nos, além da execução do próprio deversem cobrar taxas de reconhecimento

Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros,assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas próprias dificuldades.



Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo que não desejamos para
nós.

Auxilia-nos sobretudo a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente àquela de cumprir os desígnios, onde e como queiras, hoje, agora e sempre. 

Mensagem psicografada por Chico Xavier

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Um nome prá chamar de seu ?

 
Me dei conta que batizar um automóvel não deve ser tão fácil assim.

Escolher e decidir deve exigir profundo conhecimento de marketing e principalmente sobre o comportamento do consumidor brasileiro.

Veja a coletânea:

Idea, Marea, Stilo, Strada, Línea, Agile,Punto, Astra, Brava, Uno

Todos além de querer despertar nossos desejos de consumo nos encantando com as palavras melódicas que traduzem conceitos modernoso, tem algo mais em comum.

Uma certa facilidade no trocar, incluir ou mesmo  omitir alguma letra.

Soaria menos vendável automóveis chamados:
Idéia, Maré, Estilo, Estrada, Linha, Ágil, Ponto, Astro, Bravo, Um 

Gosto mais da coragem alemã que estranhamente privilegiava nomes com sonoridade mais brasileira mais ligada a nossa terra e ao nosso cotidiano.

Paraty, Saveiro, Gol, Santana, Brasília

Hoje a marca parece já ter entregado os pontos ao se bandear para os estrangeirismos tão comuns: Jetta, Tuareg, Amarok !!!

A chegada das montadoras Koreanas e Chinesas devem colocar alguma lenha nessa fogueira, e então estaremos, nós clientes, diante de mais uma quebra de paradigma.

Ou será que você já se sente à vontade de pronunciar: SsANGYONG e  seus carros com nomes extra-terrestres: Kyron, Rexton, Actyon...?


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

CÂNCER DE PRÓSTATA





Dr. MIGUEL SROUGI


CÂNCER DE PRÓSTATA

ASSOMBROS MASCULINOS

Os homens têm uma certa sensação de invulnerabilidade - isso faz parte da cabeça deles.
Passam boa parte da sua vida livre de todos os incômodos que a mulher tem, fazendo com que relaxem mais com a sua saúde. Com o passar dos anos, começam a perceber a sua vulnerabilidade e passam a dar um pouco mais de valor aos cuidados médicos.

O que mais os atemoriza hoje? Problemas com a próstata, disfunções sexuais e a decadência física, que mexe muito com a cabeça das mulheres, mas também com a deles. As mulheres pautam muito a vida em função da beleza e os homens, da força, da virilidade, da capacidade de agir, raciocinar.

E na hora em que surgem falhas nessas áreas, ele percebe que, talvez, não seja aquele ser imortal que achava que fosse.

ENVELHECIMENTO

Há dois profundos temores hoje nos homens: o primeiro é o crescimento benigno da próstata, um fenômeno que ocorre em praticamente todos eles: ela aumenta de tamanho depois dos 40 anos e, dessa forma, o canal da uretra fica ocluído.

Isso faz com que o homem comece a urinar sucessivas vezes, a não ficar em uma reunião prolongada, tem de levantar à noite, prejudica o sono, acorda mal, pode ter descontroles de urina.

O crescimento benigno é quase inexorável: todos os homens vão ter em maior ou menor grau - felizmente, apenas um terço, 30%, tem sintomas mais significativos que exigem apoio médico.

Nesses casos, há medicações que desobstruem parcialmente a uretra e fazem o indivíduo urinar e viver melhor; apenas de 4% a 5% dos homens têm de fazer uma cirurgia para desobstruir a uretra por causa desse crescimento benigno.

Essa é uma cirurgia, que se faz com segurança e sem os inconvenientes de uma cirurgia maior nos casos de câncer. Ela remove apenas o fator obstrutivo, o homem passa a viver melhor e sem nenhuma seqüela. Esse crescimento não tem causa conhecida, surge por um desequilíbrio hormonal no homem maduro, ou seja, as células da próstata passam a se proliferar em decorrência dos hormônios. Não tem como prevenir. Existem algumas medidas, mas nenhuma consistente.

OBESOS E FUMANTES

Existe a idéia de que o obeso e os fumantes teriam menos crescimento benigno da próstata. O que é interessante é que a próstata seria o único lugar no organismo que eles deixam de ter todas as desvantagens, mas a realidade é meio dura: recentemente se apurou que eles são menos operados da próstata, mas não porque ela não cresce, mas pelo receio dos médicos de operá-los porque complicam mais e também porque muitas vezes não vivem o suficiente para serem operados - morrem antes. É uma realidade perversa.

REALIDADE NUA E CRUA

O câncer na próstata adquire maior relevância porque tem uma grande prevalência: 18% dos homens - um em cada seis - manifestarão a doença. E também porque o tumor, que ocorre com muita freqüência dentro da próstata, é eliminado com sucesso em 80%, 90% dos homens. Se esse tumor não é identificado no momento certo e se expande, saindo para fora da próstata, as chances de cura caem para 30%.

É um tumor muito comum e se for detectado a tempo, tem como resgatar esse paciente. Dos 18%, somente 3% morrem - a medicina consegue curar 15% dos homens, ou seja, a maioria. Mas vale dizer que todo homem nasce programado para ter câncer de próstata. Ou seja, nós temos, nas nossas células, genes que as estimulam a virar cancerosas e eles ficam bloqueados durante a nossa existência.

Quando o indivíduo envelhece, esses mecanismos de bloqueio deixam de exercer o seu papel e o câncer começa a se manifestar. Com isso vai aumentando a freqüência da doença e todo homem que chegar aos 100 anos vai ter câncer de próstata.

SEM FANTASIA

O exame de toque - um dos meios de se detectar a doença - gera na cabeça dos homens fantasias negativas e receios, mas, na verdade, eles tem muito medo da dor. Tanto é que os que fazem pela primeira vez, no ano seguinte perdem o medo. Leva três ou quatro segundos e não dói. Então, um dos fatores de resistência é eliminado. Existe um segundo sentimento, que é muito forte: expressar, exteriorizar uma fraqueza se a doença for descoberta.

O homem tem pavor disso porque, de acordo com todas as idéias evolucionistas, só vão sobreviver aqueles que forem fortes. É comum você descobrir um câncer no indivíduo, e ele entrar em pânico, não pela doença, mas porque as pessoas vão descobri-la.

Porque o câncer é muito relacionado com morte, decadência física, perda da independência, dependência dos outros. O homem não aceita essa idéia, e prefere fechar os olhos e enfiar a cabeça debaixo da terra a enfrentar, mostrando para o mundo e às pessoas que ele é um ser mais fraco.

Isso vai afetar a imagem dele, acha que vai perder poder sobre outras pessoas, porque ninguém obedece a um fraco, alguém que vai morrer. Isso vai contra a idéia que temos de ser mais forte para sobreviver.

A PERFORMANCE DO ROBÔ

Estamos fazendo cirurgias com robô, que permite uma visão muito mais precisa do campo cirúrgico, elimina os tremores da mão do cirurgião, permite incisões pequenas, uma operação muito mais perfeita porque os movimentos dele são muito suaves. Isso é muito novo no Brasil. Fiz o primeiro caso há dois meses, no Sírio-Libanês. E agora, o Albert Einstein tem, e o Oswaldo Cruz está adquirindo.

Nos Estados Unidos se faz cirurgia robótica em larga escala. Lá, o robô ganha em performance do cirurgião médio, mas ele ainda perde do habilitado.

Tenho mais de 2.900 pacientes operados de câncer de próstata pessoalmente. Eu sou o terceiro cirurgião do mundo nesse quesito - só perco para dois americanos e eles estão parando de trabalhar. Apesar de ter essa grande experiência, quando comecei a operar, 35% ficavam com incontinência urinária grave. Agora são só 3%. Impotentes, todos também ficavam. Hoje, se o homem tem menos de 55 anos, a incidência é de 20% - antes era 100%.

Há também enxertos de nervos, porque a impotência se deve à remoção de dois nervos que passam perto da próstata e nós estamos fazendo esse enxerto quando somos obrigados a retirá-los nos casos em que o tumor fica grudado. Entre os pacientes que fizeram os enxertos, metade voltou a ter ereções com o tempo.

IMPOTÊNCIA, O QUE FAZER?

Esses novos remédios para tratar a disfunção sexual contornam 1/3 da impotência, tanto após a cirurgia quanto depois da radioterapia. Se os comprimidos não atuarem, existem injeções.

Há ainda próteses penianas que são muito desenvolvidas e produzem uma ereção que quase não tem nenhuma diferença em relação à normal. Isso permite que o homem reassuma a vida sexual plenamente e que as mulheres tenham muita satisfação. Os homens ficam extremamente felizes - são hastes colocadas dentro do pênis. Não fica marca, nem cicatriz.

Nos Estados Unidos, entrevistaram as mulheres sobre os homens que tinham prótese e as respostas foram positivas. Ela funciona muito bem.

O PAPEL DAS MULHERES

Os homens são resistentes: eles relutam muito em ir ao médico fazer um exame de próstata e só vão quando a mulher os empurra: dois terços dos pacientes no consultório de Miguel Srougi são trazidos por elas.

Ligam para marcar a consulta, os acompanham. A gente não vê mulheres jovens trazendo homens jovens para fazer exames. A gente vê mulheres maduras. Claro que o jovem não está na faixa de risco. Mas existe um outro significado da importância da mulher.

Primeiro, que ela é pragmática e incentiva o marido. "Mas, por que ela quer isso?"
Porque quem ficou vivendo bem 30 anos e conseguiu superar todos os embates da vida conjugal é um casal que o tempo consolidou. E aí a mulher tem um sentido de preservação da família muito mais forte que o do homem. Passadas as tempestades e oscilações do relacionamento, ela não quer que o marido morra.

É real. Toda vez que tenho um paciente e ofereço dois tratamentos: um que aumente a existência dele, mas vai, por exemplo, causar alguma deficiência na área sexual, e ofereço um outro tratamento, que cura menos, mas preserva melhor a parte sexual, o homem balança na decisão. A mulher nunca hesita. Ela prefere aquele que aumenta a existência, mesmo ocorrendo o risco de comprometer a vida sexual dele e do casal. Poucas vezes vi uma mulher aconselhar um tratamento que dê menos chance de vida e aumente a possibilidade de ele ficar potente. Dá para contar nos dedos. Ela quer o companheiro, quer preservar aquela pirâmide que foi construída, que é rica.

SOFRIMENTOS E PRIVILÉGIOS

Eu me envolvo muito com meus pacientes. Sofro muito. E esse sofrimento é um dos fatores do sucesso da minha carreira, de 35 anos. Nesse sofrimento eu acabo me entregando mais e mais aos doentes. Isso é ruim, porque não tenho vida pessoal, minha vida familiar é feita nos intervalos. Felizmente, os momentos bons prevalecem sobre os ruins. É por isso que eu sobrevivo. Um doente que coloca a cabeça no meu ombro e agradece por ter feito algo por ele, ou deixa correr uma lágrima na minha frente, me faz apagar, superar aqueles momentos em que me senti totalmente impotente.

Uma das coisas importantes é o médico saber e demonstrar que a medicina não é infalível e ele não se sentir onipotente. O urologista tem um privilégio. O oncologista mexe com câncer avançado, já no fim do caminho - eu lido com o inicial. Eu consigo salvar muita gente. É um privilégio para mim.

MEDO DA SEPARAÇÃO

Nós não queremos morrer. Primeiro, pela incerteza do porvir. Segundo, porque a morte implica extinção e o ser humano não aceita a aniquilação. A nossa cabeça nasceu para ser imortal. A morte está relacionada com dor, sofrimento, à decadência física, à desfiguração, à perda do papel social, desamparo da família, perdas dos prazeres materiais, da independência. Mas a causa verdadeira é o nosso horror de nos separar das pessoas que amamos. Bem material não deixa ninguém feliz.

Há tanta gente rica se suicidando, tomando droga para sair da realidade! Os médicos não compreendem isso. Se as pessoas têm medo de se afastar das pessoas do seu entorno, você precisa tratar o entorno também. Não é o médico que apóia o doente nas fases difíceis - é a família.

Eles reagem raivosamente contra a família, querem afastá-la do processo, sem perceber que um doente só vai ter paz, tendo a morte pela frente ou não, se a família estiver ao lado.

CINCO MEDIDAS PREVENTIVAS

Segundo Miguel Srougi, a prevenção ao câncer de próstata é feita de forma um pouco precária, porque não existem soluções para impedi-lo.

Na prática, há o licopeno, que é o pigmento que dá cor ao tomate, à melancia e à goiaba vermelha. "Talvez diminua em 30% a chance, mas esse dado é controvertido, por causa disso a gente incentiva os homens a comerem muito tomate, só que deve ser ingerido pós-fervura, ou seja, precisa ser molho de tomate. Não pode ser seco ou cru."

A vitamina E também reduz teoricamente os riscos em 30%, 40%. Mas, se for ingerida em grandes quantidades, produz problemas cardiovasculares. Na verdade, se o homem quiser se proteger, deve tomar uma cápsula de vitamina E por dia. Acima disso, não é recomendável.

O terceiro elemento é o Selênio, um mineral que existe na natureza e é importante para manter a estabilidade das células, impedindo que elas se degenerem, que é encontrado em grande quantidade na castanha-do-Pará.

"Qualquer homem pode ingerir em cápsulas, mas se ele comer duas castanhas por dia, recebe uma certa proteção", diz o especialista.

Uma quarta medida é comer peixe, três porções por semana - rico em ômega3 e tem uma ação anticancerígena provável.

E, uma quinta, tomar sol. "O homem que toma muito sol (com moderação) sintetiza na pele vitamina D, que tem forte ação anticancerígena. É por isso que os homens da Califórnia desenvolvem muito menos a doença do que os de Boston", afirma Srougi.

Dr. MIGUEL SROUGI

Professor titular de urologia da Faculdade de Medicina da USP, pós-graduado pela Harvard Medical School, em Boston, nos Estados Unidos, 35 anos de carreira, uma dezena de livros publicados e outra centena de artigos espalhados mundo afora, Srougi tem a simplicidade daqueles que muito sabem, pouco ostentam e continuam lutando.

Observação: Texto recebido pela internet publicado em razão da importância do assunto, em caso de algum impedimento para essa publicação, gentileza nos contatar para providências.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Dudu e a prova de Ciências







Quase 22 horas, chamo Dudu para uma revisão final na matéria da prova do dia seguinte:


- Filho, vem aqui prô quarto...


- Pega seu livro de Ciências e trás prá gente dar uma olhada.


- Ahhh paiê...


- Vemmmm.


- Tá bom.


- Repassamos as 27 páginas.


...


No café do dia seguinte, aviso prá mãe : 


- Olha, ontem nós estudamos quase tudo, ficaram só 3 folhas do livro de Ciências prá repassar hoje.


- Como é que é? Ciências????, pergunta a mãe


- É!


- Mas a prova de hoje é de Português, Ciências é só no sábado! explica a mãe...


- Dudu!!!!


- Mas pai, você me mandou pegar o livro de Ciências. 


- Eu obedeci.


- Não tenho culpa que você não sabia...


- Pois é: Perdi mais uma, rsss.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

A Crise no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro



CARTA ABERTA A POPULAÇÃO DO RIO DE JANEIRO



Recebido de oficial idôneo do Corpo de Bombeiros
:

"Povo Fluminense,

Os Bombeiros do Rio de Janeiro, profissionais trabalhadores, ordeiros e competentes, em respeito à população que sempre defenderam, por vezes com o sacrifício da própria vida, vem a público esclarecer o que tem ocorrido na Corporação e no Governo do Estado e o que levou companheiros e seus familiares a desafiarem os desmandos do Comandante Geral Cel Pedro Marco e do Governador Sérgio Cabral.


Como sabemos, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro é uma corporação voltada para a preservação de vidas e proteção de Bens da população do Estado do Rio de Janeiro.

Ao longo da sua existência, o CBMERJ sempre se pautou pela hierarquia e disciplina e também pela credibilidade de seus serviços, estando ao lado da população Fluminense em todas as suas aflições e enfrentando com bravura as calamidades naturais que atingem o Estado. São inúmeras as vidas salvas e os bens preservados pelos profissionais do Corpo de Bombeiros, que a população chama carinhosamente de Heróis. Ao nos formarmos, juramos defender a população com o Sacrifício da nossa própria vida e assim temos feito ao longo desses 155 anos de existência.

A Corporação recolhe cadáveres, combate os mosquitos da dengue, atua nas UPAS, guarnece o sambódromo no carnaval e atua no Rock in Rio (sem remuneração extra, embora o evento seja cobrado ao público), além de exercer as suas funções de salvamentos e combate à incêndio, recebendo um dos PIORES SALÁRIOS pagos pela categoria no Brasil (tabela ao Final).

O reequipamento da Corporação não é mérito do Governador, mas sim da população do Estado do Rio de Janeiro que paga a taxa de incêndio e que, ainda assim, não sabe que os recursos não são totalmente destinados à Corporação.

A Ira do Sr. Sérgio Cabral, com os Bombeiros, vem de 2009, quando foi vaiado pela Corporação durante o lançamento da Campanha “Cultura Antidengue” no ginásio do Maracanãzinho e desde então tem discriminado os Bombeiros militares, sejam nas gratificações (usando seu poder de discricionariedade) seja nas condições de trabalho (vocês viram alguma homenagem aos heróis que morreram na calamidade da Região Serrana?)

Agora, a população do Estado do Rio de Janeiro, assiste a sua Corporação de heróis ser aviltada e achincalhada pelas atitudes ditatoriais do Governador Sérgio Cabral que culminou com os manifestantes adentrando o Quartel Central da Corporação, no ultimo dia 03, para serem ouvidos pelo seu Comandante Geral, que omisso, serviu de “pau mandado” do governador Sérgio Cabral e ignorou os clamores de sua Tropa, nem comparecendo ao local.

O Governador Sérgio Cabral, adotando os melhores recursos da DITADURA, mandou o BOPE invadir com tiros e bombas o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, ferindo militares honestos, mulheres e crianças indefesas. Atitude inadmissível em um Estado democrático de Direito!

Porque o Comandante Geral do CBMERJ, Cel Pedro Marco, não tomou as medidas necessárias para a retirada de seus militares do pátio do Quartel Central? Estavam todos desarmados e com seus familiares. Não era necessário o uso da força e sim do diálogo. Os Bombeiros são pacíficos por natureza.

O Governador nunca gostou da Corporação. Nomeou para Secretário o Ex médico do CBMERJ Sérgio Côrtes, um homem que deixou a Corporação por não concordar com os baixos salários e a carga de trabalho excessiva e agora nada faz para ajudar a Corporação, apenas integra os desmandos administrativos e superfaturados do Governo do Estado na área da saúde.

Assistimos perplexos ao Comandante Geral da PMERJ usurpar o Comando do CBMERJ e se dirigir, dentro do quartel dos Bombeiros, à tropa de profissionais honestos como se bandidos fossem.

Nossos militares foram presos e conduzidos aos quartéis da PMERJ como criminosos apenas por reivindicar dignidade profissional!

Se nossos companheiros erraram ao ADENTRAR a SUA SEGUNDA MORADA, o Governador foi CRIMINOSO e DITATORIAL ao ordenar a invasão do Quartel Central dos Bombeiros pelo BOPE com uso de FORÇA, TIROS E BOMBAS, como se ali fosse uma antro de criminosos e não de profissionais que arriscam a sua vida pela população, CAUSANDO FERIMENTO EM MULHERES E CRIANÇAS e obrigando a nossos companheiros ao confronto.

AJUDEM AQUELES QUE SEMPRE O SOCORRERAM!!!


NUNCA DEIXAMOS DE ATENDER E SOCORRER A POPULAÇÃO!

MOSTRE A SUA INDIGNAÇÃO POR ESSE ATO VIOLENTO E DITATORIAL DO GOVERNADOR SERGIO CABRAL!!!

MOSTRE O SEU APOIO AOS BOMBEIROS!

ENVIEM ESSA CARTA PARA TODOS OS SEUS AMIGOS.

ACOMPANHEM E APOIEM O NOSSO MOVIMENTO PELO SITE:  http://www.sosguardavidas.com


SALÁRIOS BRUTOS NO BRASIL:

01º - Brasília - R$ 4.129.73
02º - Sergipe – R$ 3.012.00
03º - Goiás – R$ 2.722.00
04º - Mato Grosso do Sul – R$ 2.176.00
05º – São Paulo – R$ 2.170.00
06º – Paraná – R$ 2.128,00 1
07º - Amapá – R$ 2.070.00
08º – Minas Gerais - R$ 2.041.00
09º - Maranhão– R$ 2.037.39
10º – Bahia – inicial - R$ 1.927.00
11º - Alagoas - R$ 1.818.56
12º - Rio Grande do Norte – R$ 1.815.00
13º - Espírito Santo – R$ 1.801.14
14º - Mato Grosso – R$ 1.779.00
15º - Santa Catarina – R$ 1.600.00
16º - Tocantins – R$ 1.572.00
17º - Amazonas – R$ 1.546.00
18º - Ceará – R$ 1.529,00
19º - Roraima – R$ 1.526.91
20º - Piauí – R$ 1.372.00
21º - Pernambuco – R$ 1.331.00
22º - Acre – R$ 1.299.81
23º - Paraíba – R$ 1.297.88
24º - Rondônia – R$ 1.251.00
25º - Pará – R$ 1.215,00
26º - Rio Grande do Sul – R$ 1.172.00
27º - Rio de Janeiro - R$ 1.031,38 (SEM VALE TRANSPORTE)

O RIO DE JANEIRO é o Estado que mais recebe investimentos no Brasil, é o 2º que mais arrecada impostos. Pretende Sediar o Rock in Rio, as Olimpíadas militares, a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016.


Há algo de errado e Podre no Governo do Exmo Sr Governador Sérgio Cabral Filho!!!"

 

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Aumento da Gasolina é culpa da Entre-safra do Álcool ?




Mesmo que o assunto já tenha caído no esquecimento, e todo mundo já tenha aceitado os novos preços, fica aqui o registro de mais uma "possível" pegadinha brasileira.


Em todo o país, de março e maio de 2011 a gasolina deu um pulo de R$ 2,40 para R$ 3,20 ou +/- 33% de aumento.


Rapidamente a mídia trata o aumento com sensacionalismo, e divulga que a culpa é da entre-safra da produção de álcool.


Imediatamente o governo acalma a população confirmando os efeitos da entre-safra mas informando que em duas semanas o problema será resolvido, pois a normalização da produção de etanol, os preços recuarão.


No mesmo período o barril de petróleo aumenta mais de 50% no mercado internacional


Aqui, a Petrobrás segura as pontas, mantendo os preços congelados artificialmente desde o período eleitoral passado.


Mais cedo ou mais tarde a corda ia estourar.


Solução Criativa: Usar o oportunismo habitual:


a)Ou a gasolina aumenta por pressão de investidores para recompor preços em razão do aumento do barril de petróleo no mercado internacional e setores do governo;


ou,


b) A gasolina aumenta em razão da entre-safra do álcool?


Qual a alternativa é mais fácil de fazer o povo engolir?


E ainda, o aumento de preços tem um efeito colateral bem interessante: O preço mais alto empurra a arrecadação de impostos pra cima e ajuda no caixa do governo.


Ou seja, o aumento da gasolina resolve os dois problemas: ajusta as pressões e aumenta a arrecadação de impostos. 


A desculpa foi perfeita!





sexta-feira, 6 de maio de 2011

Brasil até quando seremos o país das pegadinhas - II Sacolinhas Plásticas a missão.



Devemos todos ser responsáveis ecologicamente.

A pegadinha da vez é que agora não vamos mais usar as sacolinhas plásticas e vamos salvar o planeta.

Vamos salvar o planeta, os donos de supermercado e os donos das fábricas de sacos de lixo.

Certamente são boas ações de marketing como essa,  que nos tornam seres humanos melhores e mais responsáveis.

Em BH, agora é lei: Supermercados, drogarias e padarias agora não dão mais sacolinhas a ninguém. (mas vendem).

Pergunta para os universitários: mas se pagar pode poluir? 

Claro que sim, pagando bem que mal tem?

Veja eram produzidas 15 bilhões de sacolas ao ano, e se cada uma delas for substituída por um saquinho que custe os mesmos R$ 0,19 que os supermercados estão cobrando, nossos bolsos estarão R$ 0,19 x 15.000.000.000 = R$ 2.850.000.000 (quase três bilhões) de reais
mais leves.

Para ter uma idéia da dimensão desse valor, o nosso PIB em 2010 foi cerca de R$ 3,7 trilhões então a economia será de quase 1% do PIB.

O curioso dessa história das sacolinhas plásticas é que ela pouco tem a ver com a racionalidade científica do seu uso ou descarte, dos seus benefícios ou malefícios para o meio ambiente ou para a sociedade e muito menos com os custos envolvidos.

Nada disso foi discutido com a sociedade, apenas foi imposta uma lei com uma justificativa "ecológica". 

O fato agora é que você vai ao supermercado e além de gastar mais comprando sacolinhas retornáveis, as Ecobags, vai gastar mais com sacos de lixo para embalar seu lixo doméstico.

O problema é que vai haver uma substituição das sacolinhas de supermercado que eram "grátis"(já estavam embutidas no preço), por  novos sacos de lixo igualmente prejudiciais ao meio ambiente.

Ou será que sua consciência ecológica vai fazer você a compostar o lixo dentro de casa? Vai criar minhoca, produzir humus? 

Ou vai comprar saquinhos de lixo para descartar o seu lixo doméstico? 

Os preços dos saquinhos de lixo já começaram a subir e acreditem já estão em falta em alguns supermercados. 

Que ótimo negócio: Os supermercados e comércio em geral economizam alguns bons tostões, algumas indústrias que tiveram visão de futuro faturam alto e você o ecologicamente correto paga a conta.

A iniciativa é defensável, tem argumentos favoráveis: menos emissões, menos lixo nos aterros etc e tal. Sou a favor de um consumo responsável, de reciclar materiais recicláveis, gosto da natureza e do desenvolvimento sustentável.

Mas acreditar num argumento furado que estamos fazendo o bem para o meio ambiente, enquanto na verdade nos empurram a compra de outro tanto de plástico (ecobags + sacolinhas de lixo), e nem se fala em alternativas biodegradáveis, fala sério ...

E vale lembrar, que como esperado a economia de R$ 2,8 bi dos supermercados já foi repassada integralmente para os consumidores, na forma de redução de preços. Não?, mas será, ou espere até ser reciclado.

PS: Um bom artigo sobre o assunto em: 

http://sacolinhasplasticas.blogspot.com/



terça-feira, 3 de maio de 2011

Dudu e o DS





Dias passando, Dudu crescendo, as histórinhas engraçadas vão dando lugar aos fatos da vida, as perdas, as alegrias, encontros e desencontros banais do dia-a-dia. Assim é.


O acontecido da semana passada foi a "perda" do brinquedo querido. Ficou esquecido no táxi a caminho da escola, e pior, pela vovó querida, que naquele dia resolveu levá-lo à escola e por segurança tomava conta do brinquedo.


Chororô, birra e tristeza, fizeram Dudu tomar contato com sua primeira perda. Momentos tensos, para Dudu, vovó e para a prova que o aguardava naquela tarde.


Acho que encarou bem, para uma criança de 7 anos.


Ficou triste, mas não culpou a avó pelo extravio. Rápido, se acostumou com a idéia, na prova foi bem. No dia seguinte já fazia planos de como recomprar o brinquedo: com ajuda dos familiares, poupança o próximo aniversário, contribuições compulsórias do pai e da mãe, dia das crianças. Muitos planos se formaram naquele dia.


Mas o talvez o plano mais improvável, nem lhe passou pela cabeça, e talvez nem pudesse.


O taxista achou o brinquedo, e acreditem saiu em busca do tal loirinho com a vovó. 


Achou o prédio e mesmo sem achar o menino, resolveu deixar com o porteiro, que horas depois devolveu a avó e em seguida ao Dudu.


Tudo resolvido. Dudu voltou a sorrir, e, acredito eu, passou a acreditar um pouco mais na bondade do seu semelhante.


terça-feira, 29 de março de 2011

Salmo 23

 
 
 
 
Na tradição Católica:

Salmo 23

O Senhor é o meu pastor e nada me faltará.

Deita-me em verdes pastos e guia-me mansamente em águas tranqüilas.

Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque Tu estás comigo, a Tua vara e o Teu cajado me consolam.

Prepara-me uma mesa perante os meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.


Na Liturgia judaica

Salmo de David.

O Eterno é meu pastor e nada me faltará.

Far-me-á repousar em pastos verdejantes e me conduzirá por um lugar de plácidas águas.

Minha alma será restaurada; guiar-me-á nas veredas da justiça por amor de Seu Nome.

Se tiver que seguir pelo sombrio vale da morte, não recearei nenhum mal, porque Tu estarás comigo.

Teu apoio depois do Teu castigo ser-me-ão por consolo.

Diante de mim preparará uma mesa de delícias na frente dos meus inimigos.

Ungiste com óleo de unção a minha cabeça e o meu cálice transborda de fartura.

Unicamente a felicidade e a misericórdia me seguirão durante a minha vida.

E o meu habitar será por longos dias na mansão do Eterno

...

O Salmo 23 (ou, pela numeração da Septuaginta, o Salmo 22) é atribuído ao Rei David, conforme a tradição judaica, David teria escrito este Salmo quando estava cercado num oásis, à noite, por tropas de um rei inimigo, daí o Salmo inserir tamanha confiança na Providência Divina contra os inimigos.

Na tradição católica, o Salmo é rezado para afastar perigos e perseguições, sendo uma das orações mais poderosas. Alguns especialistas judaicos afirmam que há elementos cabalísticos em sua recitação em hebraico. É considerado o mais conhecido Salmo bíblico.

David era o irmão mais novo, entre os numerosos filhos de Jessé. O pai escolheu-o para pastor. David, conforme relato bíblico,(Livro de Samuel) quando possuído pelo Espírito Santo, matava as feras para defender as ovelhas do seu rebanho. Daí a forte referência pastoril em "O Senhor é meu Pastor".



Fonte: Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Salmo_23

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails