sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Os Seis estágios de Consciência de Kohlberg


Resumidamente, de acordo com Kohlberg, há seis níveis ou estágios de desenvolvimento moral que o ser humano pode atingir.

Lawrence Kohlberg iniciou publicamente seus trabalhos sobre julgamento moral com sua defesa de tese de doutorado em 1958, na Universidade de Chicago, tendo alguns anos mais tarde trabalhado na Universidade de Harvard. Viveu 59 anos e morreu em 1987.

Os níveis ou estágios em geral são adquiridos cumulativamente, ou seja, não se pula de um para outro mais elevado, sem amadurecer primeiro o anterior.

Nível 1 - Fazer ou deixar de fazer em razão do medo de ser castigado ou punido: Pessoas nesse estágio, obedecem por medo de serem castigadas; Isso quer dizer que pessoas nesse nível entendem que podem fazer qualquer coisa, desde que não sejam pegas no seu ato;

Nível 2 - Fazer ou deixar de fazer em razão do resultado ser bom, ou ruim de dar prazer ou satisfação apenas para si próprio. É o estágio do "olho por olho, dente por dente" do matar a quem matou. O indivíduo concorda ou discorda da ação apenas se entender que os resultados são bons para si mesmo;

Nível 3 - Fazer ou deixar de fazer em razão do grupo a que se pertence aprovar ou não uma determinada conduta. "Faça aos outros aquilo que você gostaria que lhe fizessem". Neste estágio começa a surgir a percepção de que é justo dar a quem pode menos ou a quem é mais desamparado do que si. A ação certa pode ser aquela feita em nome da amizade, ou aprovação da família.
Nível 4 - Fazer ou deixar de fazer em razão de existir uma regra, ou lei que regula a conduta ou comportamento. Há a percepção de que as leis são importantes e necessárias a manutenção de um equilíbrio social;

Nível 5 - Fazer ou deixar de fazer em razão e existir uma regra ou lei, mas essa regra tem que ser justa. Admite-se e pondera-se que nem todas as leis são corretas, nesta situação o indivíduo que se encontra nesse estágio, pode entender e buscar alterar a lei, mas o fará através dos caminhos legais;

Nível 6 - Fazer ou deixar de fazer em razão de sua própria consciência e valores universais tais como: justiça , amor, fraternidade, igualdade etc. 

Pontos interessantes para reflexão:
  1. Não se conhece nenhum ser humano que tenha chegado ao sexto nível antes de completar 21 anos.
  2. Os níveis de maturidade são pessoais e independem de posição social, cultura, religião etc - Isso quer dizer que pessoas muito ricas podem estar no primeiro nível e pessoas sem recursos podem estar no nível mais elevado
  3. Em geral, o indivíduo, consegue compreender bem, os niveis anteriores ao seu, o seu próprio nível e no máximo o nível acima do seu. Isso quer dizer que não adianta você apelar para sentimentos do tipo tenho mulher e filhos para criar para um marginal que esteja no nível 1 de compreensão;
  4. Em países emergentes como o nosso, mais de 90% da população está situada no nível 1 ou 2. Entendeu agora porquê os níveis de corrupção são tão elevados?
  5. Apenas 2 ou 3% da população já atingiram o nível 6, Em geral são martires ou líderes espirituais: Buda, Jesus, Gandhi, Madre Teresa, Chico Xavier estão nesse nível.
Então, em que nível você está?

Pense sobre isso.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Ensina-nos a orar


Senhor,
ensina-nos a orar sem esquecer o trabalho,
a dar sem olhar a quem,
a servir sem perguntar até quando,
a sofrer sem magoar seja a quem for,
a progredir sem perder a simplicidade,
a semear o bem sem pensar nos resultados,
a desculpar sem condições,
a marchar para a frente sem contar os obstáculos,
a ver sem malicia,
a escutar sem corromper os assuntos,
a falar sem ferir,
a compreender o próximo sem exigir entendimento,
a respeitar os semelhantes sem reclamar consideração,
a dar o melhor de nos, além da execução do próprio deversem cobrar taxas de reconhecimento

Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros,assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas próprias dificuldades.



Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo que não desejamos para
nós.

Auxilia-nos sobretudo a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente àquela de cumprir os desígnios, onde e como queiras, hoje, agora e sempre. 

Mensagem psicografada por Chico Xavier

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails